Noticias

Benefício mensal pode ser de até R$ 1,2 mil durante pandemia; confira os requisitos

Estão sendo estudadas formas de ajudar os brasileiros a superarem a crise econômica causada pela pandemia em decorrência do novo coronavírus. Rodrigo Maia disse que é importante ter o apoio do presidente não só para o projeto de R$ 600, mas também para uma ajuda de R$ 1,2 mil que seria repassada a parte da população.

Em entrevista ao portal UOL, o presidente da Câmara informou que esta seria sem dúvida uma grande conquista dos brasileiros.

O projeto que ainda não foi aprovado determina que, por três meses, o trabalhador maior de 18 anos receberia o benefício, desde que não tenha emprego formal ou então aqueles cuja renda familiar mensal não ultrapasse de três salário mínimos (R$ 3.135), ou seja, de no máximo R$ 519,50 por pessoa.

Para cada família poderá ser pago até dois benefícios, lembrando que a renda familiar é a soma dos rendimentos brutos obtidos por todos que estão na mesma casa.

Terão direito aqueles que são Microempreendedores individuais, ou não estejam recebendo benefício assistencial ou previdenciário, nem seguro desemprego e não estejam em programas de transferência de renda.

O Bolsa Família é uma exceção. Neste caso, o trabalhador precisará escolher um dos dois benefícios, não podendo ficar com ambos. O projeto determina que a mãe de família, sendo a única que trabalha na casa e é responsável por todos, terá direito a R$ 1,2 mil por mês.

Esse programa vai ampliando de forma gradual o número de pessoas que poderão requisitar o BPC. A partir do ano que vem esse limite retorna para 1/2 salário mínimo por pessoa.

O projeto ainda informa: “O auxílio emergencial será operacionalizado e pago por instituições públicas federais, que ficam autorizadas a realizar o seu pagamento por meio de conta do tipo poupança social digital, de abertura automática em nome dos beneficiário“.

LER MATERIA COMPLETA...

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Share via

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
Send this to a friend